sexta-feira, 28 de março de 2008

O resgate V

Na pedra estavam escritas as seguintes palavras:

“Parabéns, você se mostrou digno de conhecer a magia do raio.
Aqui você conhecerá o passo a passo de como criar a eletricidade através de seu cedro e de como utilizá-la, lembre-se que um raio jogado pode lhe tirar energia, e se você resolver acumular energia gastará mais ainda…”

E depois disso foi dado o passo a passo da magia para Fenol.

Desceram rapidamente a montanha, chegaram ao nível do mar e montaram acampamento, Binlamano foi pescar e pegar água, enquanto Helsing caçava e Fenol acendia rapidamente a fogueira.

Binlamano pegou três peixes com certa facilidade, enquanto Fenol praticava a magia do raio, que estava na pedra, tentou inutilmente a primeira vez, não resultou em nada, apontou para uma rocha na montanha concentrou-se, sentiu a energia passar pelo seu corpo e viu na ponta do cedro uma pequena fagulha de energia, de tão pouca que era essa energia, Fenol perguntou-se se aquilo era apenas um reflexo da fogueira, resolveu tentar de novo, concentrou-se mais ainda, fixou seus olhos na pedra e tentou converter toda a concentração em energia, e quando achou que deveria, resolveu soltar. Viu uma bola elétrica do tamanho de uma bolinha de tênis que, apesar de ser pequena deixou Fenol muito feliz com o seu feito, afinal já conseguiu criar a eletricidade e joga-la bastante perto do alvo desejado, aprender a magia com maestria parecia questão de tempo.

Helsing e Binlamano chegaram quase juntos e, utilizaram o pequeno caldeirão de Fenol para preparar um pequeno javali e alguns peixes para se alimentarem, Fenol contou aos amigos sobre o seu feito e ambos ficaram abobados, montaram o acampamento e dormiram.
Na manhã seguinte, os cavalos já haviam encontrado o acampamento e os três guerreiros seguiram a sua jornada, prontos para salvarem a princesa das mãos de Askar, certos de que aquele desvio pela montanha não foi uma perda de tempo, e sim, um ganho de tempo, dependia apenas do modo como o raio iria ser usado.

2 comentários:

Ciro M. Costa disse...

Se depender do Fenol, a CEMIG vai falir meeeeeesmo, Pietrão! Hahahhahaha!!!
Brincadeirinha!!

Vamos ver onde isso vai dar!

Carlos Filho disse...

Cavalos espertos! hehehehehehe