domingo, 30 de março de 2008

O resgate VI

Depois de muito cavalgar, os três heróis chegaram no vilarejo de Bouthsbourne, no litoral. Mas ao chegarem, perceberam que o povoado de lá ficava olhando muito para eles, até saíam da frente quando eles fossem passar. Sem entender nada os três seguiram cavalgando até uma hospedaria, pois já era noite e eles pensavam em dormir em uma cama novamente.

Ao entrarem na hospedaria todas as pessoas que lá estavam se espantaram, como eles estavam em uma espécie de “taverna com quartos em cima” eles resolveram ficar em baixo um pouco.

_ Eu quero três quartos e três cervejas – disse Helsing colocando as moedas sobre o balcão, já pagando.

Descontente e sem dizer nada, o homem atrás do balcão deu as chaves de um quarto e três cervejas para os forasteiros. Enquanto os três bebiam, eles refletiam sobre a missão, mas evitavam falar nela, não queriam que ela caísse na boca do povo, ordens expressas do rei.

Chegou um ciclope no bar, todo valente que se coloca ao lado de Fenol e pergunta:

_ Você é o mago negro?
_ Não – responde Fenol sem sequer olha para o ciclope.
_ Você veio destruir o nosso vilarejo durante a noite, covarde – disse o ciclope.
_ Por que você não vai se sentar lá no seu canto? – disse Fenol.

O ciclope em resposta deu um tapa na mão Fenol, que soltou o seu cajado, que voou até o outro lado da taverna lotada, todos agora pareciam ter um pouco mais de coragem para enfrentar os três e olharam com olhares que pareciam fuzilar os três. O ciclope levantou a mão para golpear Fenol, quando Helsing, que estava quieto até esse momento, desembainhou a sua espada e a encostou na barriga do ciclope e já disse:

_ Eu não faria isso se fosse você – disse espetando a barriga do ciclope – não é uma atitude muito inteligente.

O ciclope se juntou a multidão, que estava enfurecida com os três e disse:

_ Agora vocês não tem saída, estão sem o cajado de seu mago.

Dito isso os três se levantaram e fizeram um círculo, cada um com a lâmina da espada apontando para uma direção, giravam vagarosamente caminhando para a direção do cedro, não queriam atacar ninguém, mas não teriam dó se fossem atacados, chegaram ao cedro sem complicações, enquanto Fenol o pegava, no canto da sala, Helsing e Binlamano davam-lhe cobertura, para protege-lo de qualquer um.

Apesar de estarem em menor numero a posição lhes favorecia, pois estavam em um canto da sala e tinham suas espadas para se proteger. Helsing apontou a espada e viu um corredor se abrindo, ao olhar para trás viu Fenol apontando o seu cedro, então, calmamente, embainhou a sua espada e seguiu andando tranqüilo até a escada, e quando lá chegou subiu imediatamente. Fenol passou correndo pelo corredor e subiu as escadas, já no alto ele pensou: “Binlamano!” e voltou correndo, viu uma roda se fechar ao redor do amigo, pegou o seu cedro, concentrou-se apontou para a cabeça do ciclope, o raio o atingiu, mas não causou nada pois Fenol ainda não conseguia faze-lo com força, mas mesmo assim blefou:

_ Deixem-o passar, o próximo não será tão fraco.

Dito isso foi aberto um corredor para Binlamano, que passou cheio de mala e sorrindo abertamente para as pessoas. Os três foram dormir.

4 comentários:

Ciro M. Costa disse...

Esperando o VII...

Carlos Filho disse...

Opa, já tem o Ciclope, falta agora a Vampira, Tempestade, Wolverine, Prof Chavier... Vamos ver onde vai essa nova aventura dos X-MEM!

Pietro disse...

uahuhauhahauhauha

fucked

auhahuahuaahuuh

xD

Pietro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.