sábado, 18 de agosto de 2007

Yo soy Rapper

To na Boca, escuta a patrulha.
Foge pivete com bala na agulha
Federal chego, botanu panca e K.Ô.
Não sou mais um pray o muro disabÔ

Eu saiu na cidade perigo imediato
Fugindo dus gambé correnu ki nem rato

Carburanu meu bagui. O bicho é loco
Fumegando a chaminé, o barato é poco

Au, au au, AU, pega no meu dedo
A fala é prosaica, subjetivo comum,
verbo abstrato eu volto a correr que nem rato
Chagado da mina, parece ki fiz rima
Ia, ia iaiaiaiaiaiaaaaa, só pra acaba.


By Mano Brown Arquelau.(da baixada do meu p**...aqui rima memo)

8 comentários:

Pietro disse...

hahahahahahahaha

que bosta de mano

uhsauhsauhsahusasa


xD

Ézio disse...

hahuauauhahuauauah
Que eficiencia cara!
vc é o mestre das porcarias crônicas, hauhauhahauauuha
que merda!!
a parte de pega no meu dedo foi a melhor
huahuahuahuahua

Ciro M. Costa disse...

O Ezão tem razão, a melhor parte foi "Au, au au, AU, pega no meu dedo", hahahahahahhhaha!!

Rapper Carlos, diretamente do MORRO DO MIJO DOIDO.

Putz...!

argh, lemòn disse...

IRMÃO MARROM !!

Putz, os últimos versos ficaram tão ruins que eu até gostei !!

"a fala é prosaica"

JAJAJAJAJA

Flavio Carvalho disse...

É isso AÍ,

cultura rapper na cabeça
manooooo!!!!

Cissa Teixeira Oliveira disse...

Uahuahuahuahu!!!
Apelou, perdeu... Deixe em paz o que já é ruim, pô!!!

Bruno Carvalho disse...

Os caras são tão bons que fazem o ruim ficr péssimo!
Ótima !! Ahahahahah!

Abração!

Felipe Carvalho disse...

Argh!!!