segunda-feira, 18 de junho de 2007

Assim eu disse!

Toda vez que a via seu coração disparava, dava pulos e pulos de alegria, apenas a saudade de um dia corrido já era demais pra suportar. A vontade sempre chegava perto de ser jogada língua a fora. Sempre que o sentimento batia aquela recente idéia que abraçara seu peito em tão pouco tempo de relação!

- Oi meu bem, como você está?
-Estou bem e com saudades!
-Eu também meu querido, gosto muito de você, viu?
-Nossa, gosto muito, muito, muito mesmo de você!
-Hum, que gracinha...
-Eu te... te adoro, meu bem!
-Também te adoro, lindo!

E assim mais um dia se passa e a vontade entalada se dissipa em meio ao medo. Medo de ser o apaixonado, o bobo, o romântico "piegas"! Vai que a recíproca não é tão agradável, principalmente se tratando de sentimentos. Quem será mais amado? Quem ama mais? Quem se entrega primeiro?
E assim vai...

-Alô, tudo bem minha querida?
-Oi, tudo bem mocinho. O que está fazendo?
-Oras, falando com uma linda mulher!
-Hum, que lindo você! Sabia que eu gosto desse seu jeito?
-Sei sim... hehehe
-Convencido, heim?
-Sou nada! Só sei de uma coisa!?
- O que? Senhor sabichão.
- Sei que...te amo!
-O que?
-Isso mesmo. Não agüento mais segurar isso, EU TE AMO!
-Nossa, acho que você me pegou de surpresa. Você tem certeza disso?
-Tenho sim, não falaria da boca pra fora!
-Nossa, sei lá... Estamos tão bem desse jeito, você não acha muito serio isso? não está adiantando as coisas?
-Não, estou seguindo meu coração, seguindo o texto que li no blog “ESTOUROU”!
- Que isso, seguindo as dicas de um blog? Isso não se faz! Então você não ama nada!
-Claro que amo, lá eu li que devemos falar o que sentimos, não esperar o tempo resolver. Devemos seguir nossos instintos!
-Mas meu instinto não é ter nada serio, gosto de você, mas você viaja demais... Credo! Amor??? Você sabe o que é isso?
-Sei! É o que estou sentindo.
-Não, não... Olha, acho melhor você colocar essa sua cabecinha pra pensar, refletir sua vida. Você sabe, falamos nisso desde o inicio. “Nada serio”!
-Mas isso já tem tempo, eu...eu sei que te am....
-Nada disso, você deve ta confundindo...Bom, tenho que desligar.
-Mas...

E assim mais um coração é partido, mas uma vez uma “peça” da vida, encena mais um ato com seus mistérios indecifráveis. Uma hora queremos amar e não falamos, mas quando falamos o amor nem sempre é bem vindo!
É, isso que dá ler blogs mal feitos! Vá ler um livro, sei lá, poemas, revistas, contos, crônicas e outras besteiras, vai!!!!

7 comentários:

Bruno Carvalho disse...

Muito bem escrito Carlos! Viajei legal no texto (no bom sentido, é claro). É, bater forte e colocado nem sempre é a melhor pedida. E mulheres? Quem as entende?
Ahahahahah!

Ótimo texto!
Valeu!

Anônimo disse...

caro carlos, nao precisava postar na nossa converça no blog só pq eu te dei um fora

Ciro M. Costa disse...

Xonadim, bem?

Hahhahahahahahahha!!! Brincadeirinha!!

É nisso que dá ler o blog "Estourou" estando apaixonado. É uma armadilha para os mais fracos!!


Esse "anônimo" aí de certo não é alguém q eu conheço, né? Não sei como não contou a piada do escravo de novo! Hahhahahahahah!!

Carlos Cruz disse...

Ainda não encontrei um duelo perfeito para uma atitude romântica.
Ainda não amei...
Ainda não roubei...
E ainda o porquê, não sei!

As belas palavras de amor as vezes não são compreendidas nos tempos modernos!

Sabias, Carlos, mas nem sempre corretas...

Um forte abraço.

Gato Eek disse...

Caramba,

Wendy Elisabeth vai adorar!!!!

Flavio Carvalho disse...

O amor,

que brincadeira mais séria esta não?

O Encaixe perfeito de sentimentos
é muito raro, e as vezes
parecemos estar no
"Teatro do destino"

Anônimo disse...

Hahahahahahahaa...
Gato Eek foi demais!