sábado, 6 de setembro de 2008

Samba de Pardieiro!

Sabe aquele momento, onde nos achamos desesperadamente perdidos e, com uma atitude, parece que tudo mudou para melhor? Mas a percepção indica que mais pra frente, aquilo será enfrentado novamente, e dessa vez, o que poderia ter apenas arrancado uma parte de você, agora te destrói e você vê que o obstáculo é bem maior do que poderia ter deixado para trás?

Agora, tarde já, o desafio é você mesmo e toda sua vida. Tudo que deixou pra trás, tudo que negou. Medos, fronteiras, amizades... Agora é a hora, mas seu coração está partido, suas idéias confusas... Você não é mais o mesmo, você está só e a força que encontra é para resgatar a felicidade que ainda sabe que existe, e aquele deslize inicial, onde se achava pouco mais seguro, foi derradeiro para o agora. E justo naquele ponto, onde mais sofreu, está a resposta, ou seria apenas mais uma prolongação do sofrimento!
No entanto, a batalha segue, e agora, você é o mocinho, o herói. Por mais merda que tenha feito, agora é sua hora, a bosta já bateu no seu telhado e escoou há tempos, só você ainda não viu!
Chegou sua vez de jogar as cartas na mesa. Fazer a última aposta e seguir sua vida sem peso, ou parte dela!
Os dados foram lançados, façam suas apostas!!!

9 comentários:

Ciro M. Costa disse...

Truuuuuco, seis miiii!!!

Pietro disse...

Me deu a impressão de CONTINUA...

Thatah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thatah disse...

Os dados foram lançados??
...

Beijos no coração!!!
;)

Carlos Filho disse...

É uai, os dados foram lançados! hehehe

beijos no pulmão!

Bruno Carvalho disse...

Boa irmo!

Sessyllya disse...

Carlim, adoro seus textos sérios!
Muuuuuuuuito bom mesmo!
A sorte está lançada, mas não se esqueça de que existe o arbítrio - e é preciso cometê-lo!

Felipe Carvalho disse...

Ei, por acaso você escreveu isso pra mim? hehehehehe Cara, a identificação foi absoluta! Vi-me ali, vi-me aqui, vi-me em tudo! E olha que nem tem nada feito de vime aqui em casa! hehehehe

Mas, falando sério, concordo com a moça bonita do post de cima, seus textos sérios costumam mesmo nos surpreender!

É, big Charles, a sorte está lançada! Que NÓS saibamos o que fazer com ela.

PARABÉNS, primo! Estou com SAUDADES! ;)

Carlos Filho disse...

"Lagrimas"