quinta-feira, 19 de junho de 2008

Temas do Poeta louco!

Nos momentos de paz, aonde a brisa vem beijar minha face, tranqüilo.
Como o cantante pássaro que paira nobre, sobre verde vale, onde minha visão se perde
Contende, mas, ferido. Abastardo de sentimentos não antes sentidos
O sabor da vitória releva a dor ou qualquer outro sentimento de derrota.
Sim, eu venci e agora pairo eu no ar, rumo ao verde.




5 comentários:

Pietro disse...

ahhh

então tá ceerto!

Ciro M. Costa disse...

Xonadim, bem?

Senhor Capitão disse...

Por diversas vezes também eu saboreei o sabor da vitória, Carlos. Bom trabalho.

Bruno Carvalho disse...

Bom vocabulário irmão!!
Abraço!

Sessyllya disse...

Ó, não sei se isso é sério ou se perdi a piada... Mas de qualquer forma vc tem talento, viu?!