segunda-feira, 14 de abril de 2008

O resgate IX

A ilha era pequena, tinha uma praia que passava por toda a volta dela, uma floresta e bem no centro uma montanha.

Os três valentes heróis dirigiam-se até a floresta, quando de lá saíram três orcs, começaria lá, a primeira batalha deles dentro da ilha amaldiçoada.

Fenol deu o primeiro ataque com um raio estupendo, que logo paralisou o seu adversário, Binlamano tentou dar uma flechado no orc, mas errou, Helsing foi para cima de seu orc, na espada mesmo. O orc afetado por Fenol não conseguia se mover, e estava exposto a qualquer ataque a que fosse submetido, enquanto um dos orcs tentou lançar uma lança em Helsing que se desviou e golpeou-lhe com a sua espada, não foi o suficiente para mata-lo, Binlamano e seu orc trocavam golpes, enquanto Fenol ia calmamente se aproximando de seu orc, Helsing, finalmente cravou a sua espada no peito do orc, este, por sua vez deu um passo para trás para que a espada saísse de seu peito, Helsing ao perceber o movimento puxou a espada e colocou-a no queixo do orc, atravessando assim a cabeça deste e matando-o, Binlamano tentou golpear o orc, porém, exagerou na força e a sua massa bateu violentamente em suas costas, fazendo-o cair no chão, Helsing ao perceber a cena, com Binlamano aparentemente morto no chão, em frente ao orc em posição vitoriosa, sentiu um aperto enorme em seu peito, um grande arrependimento de tê-lo chamado para esta missão, e, com os olhos encharcados de lágrimas foi para cima do orc com muita raiva, o orc foi facilmente derrotado e Helsing ajoelhou-se ao lado do corpo de Binlamano, tentou ver se ele estava respirando, se seu coração batia, porém estava tudo parado, Binlamano havia morrido, o cavalheiro tentava conter um choro, não era bonito um homem de sua classe, que já havia enfrentado terríveis batalhas chorar pela morte de um companheiro, Fenol ao perceber o que estava acontecendo correu em direção a Helsing e Binlamano e sem falar nada tirou um pequeno frasco de seu bolso, despejou todo o liquido na boca de seu companheiro, logo o ar começava a voltar, o sangue voltou a correr pelo corpo e ele voltou a se mexer, mas com dificuldades.

_ O que é isso que você deu para ele? – perguntou Helsing.
_ É um frasco de uma poção que o meu mestre me deu antes de morrer, ele disse que revivia os guerreiros mortos em batalha enquanto seu sangue ainda estivesse quente, mas não funciona com doentes. E eu não sei preparar a poção.

Enquanto Binlamano se levantava, sentindo-se ainda fraco, mas vendo que sua energia estava voltando o orc paralisado correu para o meio da floresta, os três decidiram não segui-lo, agora eles haviam perdido o importante elemento surpresa, Askar logo descobriria que eles estavam na ilha, logo seriam caçados.

2 comentários:

Ciro M. Costa disse...

Eu quero um pouco desse líquido aí, hihihihih!!!

Carlos Filho disse...

Liquidim pra não matar personagens! hehehehe