quinta-feira, 20 de março de 2008

O resgate!

Esta história ocorreu na Europa medieval, onde a língua mais falada era a da espada.

Binlamano estava em sua casa fazendo coisa alguma, quando uma ave entra e deposita uma carta em seu colo, ele lê a carta, guarda ela, pega as suas coisas e ruma para o centro de Valkária(cidade onde vive). Pouco tempo depois acontece a mesma coisa com Fenol, aprendiz de mago, que também toma o rumo para o centro da cidade.

Ao chegarem no centro da cidade, onde havia uma imensa praça, uma feira e vários habitantes eles se vêem e começam a conversar, pois já eram velhos conhecidos.

_ Binlamano, o que faz por aqui? – pergunta Fenol.
_ Nada, e você? – responde Binlamano.
_ Estou apenas atendendo a um chamado anônimo, estou preparado para tudo – disse mostrando seu cajado.
_ Também fui chamado – falou Binlamano – também estou preparado.

Ao terminar de dizer a frase olhando para a espada, Binlamano ficou quieto junto com Fenol, quando um homem com uma armadura reluzente, uma espada, duas adagas, um arco e uma aljava cheia de flechas apareceu, era Helsing, guardião do reino à serviço do rei.

_ Ainda bem que atenderam ao meu chamado – começou Helsing – não assinei a carta e nem a mandei por uma ave do reino para que a carta não caísse em mãos erradas. Estou convocando os dois para me auxiliarem em uma missão secreta, o anonimato dos dois contribuiu na minha escolha, antes de entrar em detalhes eu preciso saber se vocês aceitam a missão e darão o máximo de si para realizá-la pelo bem de toda a Valkária e Derreon(reino).

_ Como posso aceitar uma missão sem saber do que se trata? – indagou Binlamano.

_ Você saberá de todos os detalhes da missão quando a aceitar – respondeu Helsing – eu não perderia a chance de deixar de ser um simples soldado do rei, tendo chances de virar um homem de confiança do reino. Ainda mais na sua idade.

Binlamano parou para pensar e ali ficou enquanto Fenol, ainda fora da conversa perguntou:

_ Por que eu fui escolhido, se sou apenas um jovem aprendiz de mago que só tem conhecimento de uma magia?

_ Conhece apenas uma magia – disse Helsing – mas tem a capacidade de aprender sozinho, desde que te mostrem como faz. Você foi escolhido pelo seu futuro, não pelo seu passado e presente.

Fez-se um grande silêncio entre os três neste momento, até que Binlamano resolveu se manifestar.

_ Eu aceito a missão, é a minha grande chance e não vou desperdiçá-la, farei o melhor possível por Valkária, por Derreon e pela missão.

_ Eu também vou – disse Fenol – fiquei curioso e interessado na proposta, se for realmente importante, a recompensa acaba com qualquer receio.
_ Ótimo, juntem as suas armas, trajes de viajem e cavalos, pois partiremos amanhã, ao amanhecer.

5 comentários:

Ciro M. Costa disse...

Ó! Por enquanto tá massa, hein?

Carlos Filho disse...

Começou com o pé direito! Boa!

Senhor Capitão disse...

Eis que promete ser uma boa aventura medieval.

Sessyllya disse...

Concordo com os anteriores... Mas vê se não enrola a gente, hein?! rsrsrsr

Rafael disse...

cara ta bem interessante e bom que agora ja vou poder ver a continuaçao bao demais