segunda-feira, 24 de março de 2008

O resgate III

Olharam atentamente cada um dos inimigos, estavam cercados, não tinham como fugir restava-lhes apenas lutar, talvez um dos guerreiros não sobrevivesse a batalha, mas todos estavam dispostos a serem rápidos, pois, estando ali, não tinham como chamar reforços.

Um dos orcs atirou uma lança em Helsing, mas errou, Helsing, em revide lançou uma flecha, mas o orc esquivou-se. O outro orc lançou uma flecha em Fenol que se protegeu com o seu cajado e mandou uma magia certeira no orc, deixando-o confuso. Os gobblins começaram a correr na direção de Binlamano, que tentou arremessar uma adaga em cada gobblin, errou as duas. O orc que errou a lança foi para cima de Helsing, que atirou uma flecha no outro orc, o que estava confuso. A flecha passou de raspão, um arqueiro de oficio fazia falta na equipe, as lutas à distância eram difíceis, então, eles estavam forçando uma aproximação dos orcs. Os gobblins se aproximavam de Binlamano, ele desembainhou a sua espada e esperou pelos inimigos, o gobblin que chegou primeiro sentiu a lâmina de Binlamano rasparem suas costelas, e em revide tentou golpear Binlamano com sua massa, o guerreiro se jogou para o lado, salvando-se assim da pancada que viria. O outro gobblin, também armado com uma massa tentou, inutilmente, golpear Fenol, que esquivou-se com precisão. Helsing enfiou a sua espada no peito do orc, esta, varou o corpo do pobre monstro, que ainda tentava lutar, Binlamano decepou um dos gobblins e tentou golpear o orc que estava quase morto, o orc, para esquivar-se do golpe foi para trás, a lâmina saiu de seu corpo, mas Helsing não perdoou e cravou-lhe a espada no queixo, matando assim o monstro. Enquanto um orc morria o outro já recuperava os sentidos e começava a partir para cima de Fenol, o monstro tentou decepar o jovem mago, mas Fenol jogou-se no chão e, com uma de suas machadinhas quase corta o pé do monstro. Binlamano, aproveitando-se do monstro caído no chão deu-lhe uma espadada na barriga, o monstro permaneceu vivo, porém, desacordado. Helsing partiu para cima do gobblin e lhe tirou a vida. Após ter feito isso, ofereceu a Fenol o seu arco e uma flecha, para matar o orc desacordado. Fenol assim o fez, os três guerreiros saíram ilesos da batalha, e a eles só restou pegar as armas dos adversários para eles. Helsing pegou uma massa, ficando assim com uma espada, duas adagas, um arco, uma aljava de flechas e uma massa. Bilamano pegou uma massa, ficando com a sua espada, a massa e duas adagas, que pegou de volta. Fenol pegou uma besta e uma aljava de flechas, ficando assim com o seu cajado, uma espada, uma besta e uma aljava de flechas.

Assim, os bravos guerreiros pegaram seus cavalos e partiram para a ilha amaldiçoada, visando resgatar a princesa, estavam com a mente um pouco mais tranqüila, porém sabiam que aquela batalha foi apenas um pequeno aperitivo do que estava por vir, sabiam que a sua missão era complicada, porém, sabiam que estavam mais próximos de seus objetivos.


Naquele mesmo instante, na ilha amaldiçoada, a princesa chegava até Askar, que já preparava o seu sacrifício, sacrifício este que poderia significar o início do fim.

4 comentários:

Ciro M. Costa disse...

O loko nenê! Já começou a ação e violência na história, hehehehe!!

Tá massa, Pietrão, tá massa...

Senhor Capitão disse...

Continue nesse seguimento do texto e garanto que você irá longe.
Surpreenda-me, Pietro.

Carlos Filho disse...

Vai ter MUIIITO pano pra manga! hehehe
Tá massa!

Sessyllya disse...

Reitero o que disseram meus predecessores...