sábado, 23 de fevereiro de 2008

Vergonha de ser brasileiro

Deixo claro, antes de qualquer coisa, o grande e incondicional amor que eu sinto pela minha “Pátria amada, mãe gentil” e que não sou moralista. Agora vocês, meus caros leitores, me perguntam “Então por quê Diabos este título?”, agora, digo a minha resposta óbvia, porém correta.

Todos vocês conhecem o ditado “Quem faz a escola é o aluno”, mas o mesmo também serve para a nossa referida Pátria, afinal, quem faz o Brasil é o brasileiro. Agora vocês me perguntam “O que você tem contra os brasileiros?” E a minha resposta é simples ao extremo, NADA, sério mesmo, nada. O meu grande problema é com a (falta de) cultura do nosso querido povo, aqui vou citar alguns de meus singelos motivos.

A dança do “créu”, como todo o funk é a maior degradação que existe, eu não tive a ‘sorte’ de ter nascido hipócrita o suficiente para ignora-la, mas tive a de ser culto o bastante para repudia-la.

Os políticos podem nos roubar à vontade que ninguém fala mais nada, já se conformaram, mas quando a fase do seu time de futebol não é boa alguém sempre começa um protesto em prol de uma mudança que venha a melhorar o desempenho da equipe.

Quando acontecem certos crimes banais ninguém mais liga por aqui, caiu novamente no conformismo, mesmo que o resto do mundo tenha se chocado.

Nossa educação é catastrófica, as escolas são deprimentes, os meios de transporte degradáveis, os professores, mesmo os bons são muito mal pagos e os alunos desinteressados.

Nossa desigualdade social é imperdoável, apesar de o atual governo estar fazendo um bom trabalho (pelo menos) nesta área, ainda falta muita coisa para ser feita.

Mas lembre-se, a culpa é nossa, não só do governo, ou dos que tem menos cultura, afinal, nós não estamos fazendo nada para reverter esta situação.

10 comentários:

jorge de marques disse...

Se não manda uma verdade inédita, pelo menos invente uma mentira interessante. Essas coisas todas já foram ditas um zilhão de vezes, e tantos outros já se valeram dessas batidas verdades pra se promoverem ou mesmo se afirmarem cultos.

Isabella Carvalho disse...

Brasil = brasileiros
NÓS fazemos o país.


e pra dançar créu tem que ter disposição
JSAIDFJISAOJDASOJSAIO

Ciro M. Costa disse...

Iiiiche, Pietrão!!! 'Dança do Créu' já não é nada perto de outras danças que passaram por aqui. O Jorge tem razão, nada dessas coisas daí é novidade mais não.
É preciso mudar o país. E mudar Minas Gerais também. De preferência, pra perto do mar.

Sessyllya disse...

Parabéns pelo texto, Pietro! Embora não tenha dito novidade, mostrou maturidade. Somente pessoas assim podem mudar o país.

Bjos!!!

Senhor Capitão disse...

E onde está seu exército para mudar o país, cadete?

Flavio Carvalho disse...

Boua!

Bruno Carvalho disse...

O loco meu! Olha o Pietrão ae!
Muito bem colocado! Parabéns!

Abração!

Carlos Filho disse...

Um dia o muro cai e ai quero ver puta nadar de braçada, meu caro!

Além do conformismo disso tudo, existem os outros que já acham que não é mais novidade, eu acho novidade e tenho medo de levantar e lutar!

argh, lemòn disse...

eu ainda reclamo da egüinha pocotó.

Rafael disse...

cara foi muito bom essa e concordo em grau e genero nos temos que quebrar isso aqui igual os argentinos fizeram e hj eles estao bem la e aqui ainda ficamos na mesma sempre aceitando tudo é foda
bom texto ate mais